Galinhas Poedeiras – Dicas Para Controlar o Choco

Na criação de galinhas poedeiras, um problema muito comum e que tem preocupado os avicultores de galinhas caipiras, está relacionado ao manejo correto das aves no período de choco. Isso também está acontecendo aí no seu projeto?

Pois é, diante de várias perguntas relacionadas a esse tema, resolvemos fazer esta publicação para mostrar aos avicultores como é simples adotar algumas práticas de manejo quando as galinhas entram no período de choco.

galinhas poedeiras chocas3O choco é um processo natural que a ave desenvolve para que seja feita a incubação dos ovos. Normalmente ele acontece nos intervalos de postura e dura aproximadamente 21 dias.

Naturalmente, todas as aves apresentam o comportamento do choco, porém nas galinhas de produção industrial a incidência deste fenômeno é raramente observada. Tudo isso, em função da seleção genética que é realizada para obtenção máxima de ovos.

Na grande maioria dos projetos de avicultura familiar onde o objetivo principal é a produção de frangos caipiras para corte, esse comportamento nas galinhas destinadas a matrizes não é bem vindo, sabia disso?

Bem, vamos imaginar que você tenha 20 galinhas destinas a postura de ovos para o processo de incubação.  Se a cada ciclo de postura, que dura em média quinze dias, a ave entra em período de choco, você acaba inviabilizando o seu projeto de avicultura.

O mais indicado neste caso, é manter as aves em um ciclo contínuo de postura. Desta forma, você pode aproveitar ao máximo a produção de ovos e deixar a incubação dos mesmos para serem feita em chocadeira automática, certo?

Agora vamos ver algumas características comuns nas galinhas poedeiras em início de choco:

1 – A ave reduz a postura;

2 – Reduz a ingestão de alimento e por conseqüência tem uma perda de peso;

3 – Apresenta um comportamento agressivo;

4 – Tende a ficar deitada nos ninhos por um período longo;

5 – As penas ficam eriçadas e apresentam um canto diferenciado.

O choco pode estar diretamente relacionado com fatores hormonais, ambientais e nutricionais.

Por motivos desconhecidos, tem se mostrado mais freqüente em galinhas poedeiras do tipo pé duro.

Dicas para controlar o choco das galinhas poedeiras

galinhas poedeiras chocas2DICA 01 – Uma maneira eficaz na redução do choco das galinhas poedeiras é fazer a coleta dos ovos em intervalos menores e impedi-las de ficar deitadas, em um mesmo lugar, por tempo prolongado.

DICA 02 – Manter os ninhos sempre fechados nos períodos noturnos. Isso evita que a galinha durma no ninho.

DICA 03 – Manter o aviário com iluminação suficiente, evitando pontos escuros no galinheiro no período do dia. A falta de luminosidade induz a ave ao comportamento do choco.

DICA 04 – Sempre fornecer ração balanceada para as aves, de modo a atender as exigências nutricionais das galinhas em fase de postura.

DICA 05 – Mantenha o aviário em temperatura agradável para as aves. O estresse calórico pode induzir a ave ao estado de choco.

Se mesmo assim, as galinhas apresentarem um comportamento de choco, existe algumas medidas de manejo que podem auxiliar na “quebra” do choco das aves de forma bastante eficiente. Veja:

Como interromper o choco das galinhas poedeiras?

Para as galinhas que já entraram em período de choco, você deve criar um ambiente desconfortável, por um período curto, de modo a estimular a ave a entrar, novamente, no ciclo de postura. Veja algumas dicas:

DICA 01 – No segundo dia em que você observar que ave apresenta os sinais característicos do período de choco, você deve separá-la das demais em um ambiente com alimentação e água suficientes e iluminação contínua por um período de 72 horas.

galinhas poedeiras choca5DICA 02 – Passado esse período, se ainda assim a ave apresentar sinais de choco, existe uma prática popular que consiste em pegar um balde com água em temperatura mais ou menos dois graus abaixo da temperatura ambiente e mergulhar a ave até que molhe bastante suas penas e pele (deve ser feito o mais rápido possível). Em seguida, pode soltá-la junto com as demais de preferência fora do galpão/galinheiro. Este procedimento deve ser feito durante três dias seguidos uma vez por dia. Ah! Não precisa mergulhar a cabeça da ave, ok?

galinhas poedeiras na gaiola4DICA 03 – Existe outra técnica de manejo do choco das galinhas poedeiras que consiste em separá-la das demais, por um período de sete dias, em uma gaiola com água e comida a vontade, de modo que ela possa observar o comportamento das outras aves que não estão em choco. É preferível que a gaiola fique a uma altura de mais ou menos cinqüenta centímetros do chão.
Em casos extremos, existem galinhas que mesmo passando por essas técnicas de manejo, continuam apresentando os sinais característicos do choco. Neste caso, a ave deve ser descartada do plantel de galinhas poedeiras para produção de ovos incubáveis.

Se você está precisando de mais informações sobre a criação de galinhas caipiras, eu peço que você baixe, agora mesmo, o seu Guia Completo de Criação de Galinhas Caipiras. Faça como muitos avicultores familiares. Baixe o seu Agora Mesmo!

Para ver mais informações sobre esse tema, sugiro que leia o guia de manejo de choco elaborado pela equipe técnica da Embrapa Suínos e Aves (Clique AQUI)

Se estas informações foram úteis para você, gostaria que você deixasse o seu comentário aqui embaixo. Sua opinião é muito importante para mim!

 

 

Receba AGORA o seu presente!

Valdir Rocha

Nascido em 15 de junho de 1973 na cidade de São Francisco, norte de Minas Gerais, quarto filho de uma família de seis irmãos e todos educados por dois guerreiros...

Website: http://www.criargalinha.com.br/